A palavra do momento é: inovação. E quando a ouvimos lembramos logo de empresas de tecnologia, startups, jovens andando de patinete no escritório, etc. Será que é só isso? Consigo inovar aqui no meu escritório de contabilidade? No meu departamento financeiro?

Pensando nisso, escrevemos este artigo com pontos específicos de inovação financeira para ajudar no desenvolvimento saudável do seu negócio.

Traga inovação para o seu financeiro!

Inovar significa tornar novo, melhorar resultados, agregar novas propostas e investir na criatividade e na transformação.

Confira algumas dicas para fazer sua empresa crescer de forma criativa, com ações inteligentes e focadas em resultados.

Elimine burocracias desnecessárias

A burocracia é um problema sério em muitas empresas. Apesar de ser necessária em diversos processos, em muitos outros ela se torna uma barreira para a inovação.

Portanto, a dica é eliminar as travas burocráticas que já não fazem sentido para o negócio, otimizando processos e permitindo que os colaboradores sintam-se mais livres para sugerir e planejar ações criativas.

Fomente a criatividade e o compartilhamento de ideias

Os profissionais que estão inseridos na rotina operacional e conhecem os processos costumam oferecer uma grande variedade de ideias que podem ser implementadas e que possivelmente melhorarão dos resultados do negócio.

Por isso, incentive a criatividade e a troca de ideias entre colaboradores. Você pode ver que, nas empresas consideradas mais inovadoras do mundo, essa é uma prática comum.

Experimente montar equipes mistas para resolver algum problema específico, ou reuniões com todos para discutirem estratégia. Você pode, inclusive, criar programas de premiação para os que tiverem as suas sugestões implantadas pela empresa e trouxerem resultados mensuráveis.

Busque a opinião de terceiros

Algumas vezes o financeiro não consegue vislumbrar soluções e mudanças para o negócio, já que os seus profissionais podem se limitar ao ambiente, atuando com vícios provocados pela rotina e pelas dificuldades da área.

Por isso, é importante buscar a opinião de profissionais parceiros, consultores, fornecedores e até mesmo clientes. Essa troca de conhecimento permite que o gestor financeiro e a sua equipe vejam o trabalho prestado com outra perspectiva e isso pode ajudar no desejo de melhoria, que é a chave para a inovação.

O olhar de terceiros ajuda a visualizar muitas situações que até então eram tão atreladas à cultura organizacional que nem sequer eram percebidas.

Invista no planejamento estratégico

Não pense que a inovação descarta o planejamento estratégico. Pelo contrário! O planejamento estratégico é muito importante para a manutenção e o controle das finanças empresariais. Por isso, é necessário que a empresa conte com um bom mapeamento e definição clara de metas financeiras, para permitir que os gestores avaliem os melhores caminhos para os bons resultados.

Ainda, esse planejamento preparará a empresa para as dificuldades que surgirão nos próximos anos. E não se engane nem se acomode: elas virão com certeza, e talvez cheguem em alguns meses.

Mapeie processos e identifique deficiências

Conhecer a empresa e descobrir quais são os seus pontos fortes e fracos ajuda não só a planejar o futuro, mas também entender o presente.

Nesse contexto, uma boa dica é rever todos os processos internos, passo a passo, entendendo a viabilidade de cada um e a necessidade de mantê-los em prática.

O mapeamento de processos pode esclarecer o motivo de determinadas questões serem problemáticas e apontar quais são os melhores caminhos para solução desses fatores adversos.

Vale lembrar que existem diversas tecnologias que auxiliam no mapeamento e acompanhamento de processos, então aprenda a utilizá-las a seu favor e assim, economizar tempo para poder se dedicar à análise destas informações e tornar sua gestão muito mais estratégica. A inovação vem para tirar os profissionais do trabalho manual para que se concentrem no estratégico. Essa é a tendência.

No setor de finanças e contabilidade, por exemplo, esse levantamento é fundamental para identificação de deficiências nas ações de cobrança e recebimentos, fluxo de caixa, pagamento de obrigações, conciliação bancária e na apuração de tributos.

Evite a confusão entre contas pessoais e empresariais

Esse é um ponto muito discutido por especialistas que prestam consultoria financeira e contábil para as empresas. Todos sabemos que não é indicado misturar contas pessoais com despesas da empresa. No entanto, isso ainda acontece muito.

Veja aqui dicas para simplificar o controle de suas despesas.

A dica é que você não cometa esse erro e mantenha uma cultura, separando bem as contas de ordem pessoal daquelas que garantem o funcionamento da empresa. Existem ótimas ferramentas que te ajudarão nisso. O Zag é uma delas.

Um bom controle financeiro é necessário para promover e usufruir dos benefícios da inovação no seu negócio.

Saiba a rentabilidade do seu negócio

Outra dica importante é a necessidade do gestor financeiro saber identificar e conhecer todas as informações sobre a rentabilidade do negócio.

Contar com esse controle permite monitorar indicadores chaves do negócio e são eles que irão nortear a sua inovação. Alguns exemplos são: como estão os resultados de vendas, como está a parametrização do crescimento constante das mentas e se os clientes estão ficando com você.

Analisar esses indicadores de forma recorrente possibilitará a implantação de novas estratégias para sanar erros e planejamento para que a empresa alcance bons resultados.

Tenha controle sobre a receita da empresa

Um dos problemas mais comuns, no que diz respeito ao aspecto financeiro das empresas, é a falta de controle sobre a receita e esse é um dos maiores inimigos da inovação.

Nesse sentido, nossa última dica é o desenvolvimento de processos que visem manter uma administração precisa de tudo o que entra e o sai da organização.

Conhecer a origem e o destino do dinheiro — receitas e despesas — ajuda a avaliar como está a saúde financeira da empresa e a viabilidade do negócio. Também é importante para a elaboração do planejamento estratégico, das ações de vendas e do desenvolvimento do plano de metas.

Vimos que algumas ações são importantes para garantir o crescimento e desenvolvimento saudável do seu negócio. A inovação está relacionada à criatividade e à nova forma de pensar velhos processos.

Essa mudança, muitas vezes, acaba respingando na cultura da empresa e isso é ótimo, pois ajuda a enxergar processos que precisam ser revistos em razão das exigências e das transformações do próprio mercado.

Invista em criatividade, reduza a burocracia, busque soluções técnicas e se apoie em novas ferramentas tecnológicas. Só é possível inovar em um setor financeiro quando se está pronto para mudar e evoluir.

Além disso, lute por ter a melhor equipe e que estejam alinhados com os objetivos do negócio. O apoio de bons profissionais é essencial para quem busca inovação e crescimento focado em resultados. Uma empresa é feita de pessoas e, por isso, esteja rodeado de consultores e colaboradores criativos.

Preparado para inovar e crescer?

Ricardo Barbosa – COO at Zag