Dicas de como melhorar os resultados da empresa com gestão financeira.

Uma boa gestão financeira passa por um objetivo ousado: melhorar os resultados da empresa. Para isso, várias ações estão relacionadas à esta gestão, como planejamento, análise e controle de atividades financeiras.

Mas, para muitos empreendedores, gerenciar as finanças do seu negócio pode ser um pouco complexo, principalmente na hora de definir quais são as atividades básicas na empolgante jornada de montar uma empresa.

Separamos, então, 4 práticas essenciais e rotineiras que ajudam empresas a atingirem seus objetivos de negócio com uma boa saúde financeira.

1.Controle de despesas e custos

Olhar de forma sincera e transparente para as despesas e custos do negócio, permite aos gestores entenderem se o preço final do seu produto ou serviço é suficiente para arcar com as obrigações financeiras e ainda obter o tão precioso lucro.

Avaliar os gastos, definir quais custos são vitais para a operação, quais são importantes para acelerar os negócios e quais podem ser, eventualmente, cortados em um momento de contenção é uma atividade que requer disciplina e conhecimento do negócio da sua empresa. É estratégico!

Ainda assim, muitos empreendedores têm dificuldades para colocar esta avaliação em planilhas e definir uma estratégia saudável para este tipo de controle. Para ajudar estas empresas, existem duas plataforma extremamente assertivas para controlar e apresentar estas despesas e custos de forma clara e objetiva: o ContaAzul e o Zag.

O ContaAzul é simples, tem um excelente custo benefício e permite que a empresa organize todas as despesas (legais e operacionais) por centro de custo, plano de contas contábeis e controlando as datas de vencimentos, facilitando a vida do gestor e do contador.

O Zag, por sua vez, ajuda as empresas a controlarem as despesas de todos os colaboradores, de forma simples e inteligente. Um aplicativo simples e que com poucos toques o funcionário lança a sua despesa, com a imagem do recibo, centro de custo e o tipo da despesa. Em tempo real, o gestor tem as informações em um painel claro e que pode se integrado com o sistema de gestão financeira, como o ContaAzul, por exemplo.

2.Conciliação Bancária

A conciliação bancária é um outro processo vital na gestão financeira de uma empresa. Basicamente, é a arte de comparar os saldos e movimentações da conta bancária com os controles internos da empresa.

Este processo de conciliar as contas bancárias com o controle interno, traz uma visão real da saúde financeira, ajudando na tomada de decisões importantes, como novos aportes, necessidade de negociações com fornecedores, dentre outras ações.

Além controle das movimentações financeiras, realizar conciliação bancária da forma correta traz uma segurança maior aos processos contábeis.

Uma dica espetacular: estabelecer uma rotina de conciliação bancária, seja diária ou semanal. O importante é não acumular informações.

Extrair os extratos bancários e comparar com o sistema de controle financeiro é a forma mais rápida de se fazer isto. Plataformas como ContaAzul, Nibo e ZeroPaper, aceitam que estes extratos sejam importados em segundos para o seu sistema financeiro e já sugerem a conciliação de acordo com seu controle interno.

3.Auditoria Interna

A palavra auditoria é forte e parece ser um termo utilizado apenas em grandes empresas. Mas, é uma atividade que, além de saudável, previne que as empresas sofram por causa de pequenos erros.

Auditar os documentos e guias geradas pela contabilidade, por exemplo, é vital para entender se as obrigações contábeis estão sendo tratadas da forma correta. Encontrar deslizes gerados por rotinas do dia a dia, pode evitar problemas futuros com órgãos do governo.

Além disso, conferir de forma regular as práticas internas, como política de reembolso, política de pagamentos e políticas de uso do dinheiro da empresa, faz com que a empresa possa evoluir em seus conceitos e práticas, atingindo um nível de maturidade excelente.

Uma dica que fica aqui é sempre atualizar as certidões negativas de impostos, como FGTS, Receita Federal e Prefeitura. Grandes empresas só fazem negócios com outras empresas que possuem suas obrigações em dia.

4.Fluxo de Caixa

Ter uma visão clara do fluxo de caixa da vida pessoal é algo incrível e ajuda as pessoas a atingirem seus objetivos de vida. E para uma empresa, esta é uma atividade muito essencial. Em resumo, é o controle que vai mostrar como o dinheiro entra e sai dentro da empresa.

Assim como a gestão de despesas e conciliação bancária, o fluxo de caixa permitirá que sejam realizadas projeções para o futuro e entenda se a empresa conseguirá honrar suas obrigações junto ao governo e fornecedores no curto, médio ou longo prazo.

O fluxo de caixa, alimentado corretamente, é o controle mais sincero e objetivo que uma empresa pode ter. A partir dele, os gestores podem sugerir um aumento na meta de vendas, por exemplo. Ou até mesmo, definir se a empresa poderá adquirir novos computadores para a equipe.

Mais uma vez, plataformas online podem ajudar os empreendedores a manterem uma visão clara sobre o fluxo de caixa. Uma dica excepcional é o ZeroPaper, uma ferramenta simples que mostra para o gestor financeiro, de forma clara e objetiva, qual a verdade por trás das finanças da sua empresa. Isto é incrível e muito útil.

 

Isabel Athayde – Marketing Leader at Zag 

Então, gostou deste artigo? Saiba também como aumentar a produtividade diminuindo processos.